Páginas

terça-feira, 19 de fevereiro de 2019

CONSTRUÇÃO CIVIL QUER GERAR 1 MILHÃO DE EMPREGOS

Presidente Wilson Soares, do Cariri, Deputado Heitor Freire,
Presidente Marcone Pereira, do Centro-Sul e
Prefeito de Iguatu Ednaldo Lavor.

A Associação dos Construtores do Centro-Sul do Ceará, filiada a FENAPC - Federação Nacional dos Pequenos Construtores, representada pelo seu Diretor Presidente Marcone Pereira, participou no último dia 13 de fevereiro de Evento em Brasília – DF, promovido pela CBIC – Câmara Brasileira da Construção Civil: Um Café da Manhã com Parlamentares e que foi um grande sucesso!


Participaram do evento vários Deputados e Senadores do Estado do Ceará e de todo Brasil, além do Prefeito de Iguatu Ednaldo Lavor, que fez parte da comitiva do Ceará no evento.

Se esperava algo em torno de 200 parlamentares, porém foram mais de 350 ao evento.

Do Ceará participaram os Deputados Heitor Freire, Capitão Wagner, Domingos Neto, Ildivan Alencar, Junior Mano, Pedro Augusto Bezerra, e o Senador Eduardo Girão.

O mote do evento foi a meta do Setor da Construção Civil de gerar 1 milhão de empregos ainda esse ano, através da desburocratização e liberação do orçamento já previsto.

A FENAPC e suas Associações filiadas conseguiram levar mais de 300 parlamentares ao Café. Este trabalho foi reconhecido pela instituição e foi a única, das mais de 80 instituições filiadas à CBIC, homenageadas pelo próprio José Carlos Martins, presidente da Câmara e cicerone do evento.
Todos presentes concordaram da urgência em reativar a  Frente Parlamentar que defenderá os interesses da Construção Civil.

Após o encerramento do evento, de forma estrategicamente coordenada, os Presidentes das Associações Filiadas presentes foram, com suas equipes, para os gabinetes dos parlamentares, visitando-os um a um.
A carta aprovada na assembleia, com vários itens que o Setor precisa resolver de imediato para se desenvolver, além das propostas de ações do segmento, foi entregue pessoalmente em cada gabinete.

sexta-feira, 25 de janeiro de 2019

CONSTRUÇÃO CIVIL EM IGUATU CRESCEU 15% EM 2018

Imóveis em Construção financiados pelo
Programa Minha Casa Minha Vida no Município
O município de Iguatu, na região Centro-Sul do Estado do Ceará, mais uma vez fechou o ano com números expressivos no Setor da Construção Civil, crescendo 15% em 2018 em relação ao ano anterior.

A cidade, que tem hoje nesse nicho de mercado a sua maior indústria, apresenta números expressivos para uma cidade do seu porte, ficando em 3º lugar no estado do Ceará em número de financiamentos imobiliários, ficando atrás apenas das cidades de Eusébio e Caucaia, localizadas na região Metropolitana de Fortaleza e ultrapassando cidades como Juazeiro, Crato e Sobral.

Os números:

- São Mais de 3.500 empregos diretos;
- Quase 2,5 Milhões de Reais em tributos diretos para os cofres dos municípios;
- Mais de 65 milhões de Reais injetados Diretamente na economia local;

Este último número, no que se refere ao valor injetado na economia do município, é um número que por si só, não pode ser considerado uma cifra exorbitante, mais sim o resultado que ele gera, pois cresce em progressão geométrica ao passo que praticamente 95% desse valor circula no mercado local, já que o segmento é constituído de pequenas construtoras que adquirem seus produtos no comércio da cidade.

Mas qual o segredo do crescimento do Setor ano a ano no Município?

Alguns fatores são relevantes para o crescimento ano a ano do setor na cidade:

Sem sombra de dúvida, o trabalho exemplar que os Correspondentes Imobiliários dos Bancos exercem na cidade, é um diferencial: Só os 03 Correspondentes Imobiliários credenciados a Caixa, por exemplo, dispõem de uma quantidade de funcionários na Área Habitacional superior ao que a Agência da cidade dispõe de funcionários para atender todo o nicho de atuação do Banco, gerando celeridade nos processos.

Outro fator fundamental é a força que a Associação dos Construtores do Centro Sul do Ceará vem desempenhando na cidade: Fundada a 08 anos, a Associação reúne a força coletiva dos Construtores e até hoje, sendo a mais antiga em funcionamento no Brasil, filiada a FENAPC – Federação Nacional dos Pequenos Construtores, ainda não encontrou gargalos e dificuldades que não buscasse resolver de forma célere.

A Gestão Municipal também tem dado, nos últimos anos, a sua parcela de contribuição para o desenvolvimento do Setor: Com um início de Gestão turbulenta para a categoria, o atual Prefeito, Ednaldo de Lavor Couras, foi habilidoso ao dialogar com a classe e atender, de acordo com as possibilidades do Município, a “Carta de 12 Ações Necessárias para o Desenvolvimento da Construção Civil em Iguatu” encaminhada ao mesmo no início de sua Gestão, tendo a humildade de entender que mudanças em sua Gestão que ainda estava no princípio, eram necessárias.

Hoje os 02 Secretários das pastas que o Setor depende mais diretamente, Marcos Ageu da Secretaria de Urbanismo e Meio Ambiente e Tácido Cavalcante da Infraestrutura, não tem poupado esforços para que o Setor funcione com pungança e atraia mais recursos para o município.

Diante desses números, resta esperar que 2019 seja, mais uma vez um ano de superação e que ao final do ano, o Setor tenha gerado o seu maior bem para a Sociedade: Emprego, renda e a realização do sonho da casa própria para muitas famílias Iguatuenses.